BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Abandono

a minha alma ninguém vê, ninguém toca, ninguém sente
meu sentimento é oculto, minha paixão, inocente.

o meu amor ninguém quer, ninguém espera, ninguém pressente
meu coração é submisso, minha alegria, descontente.

(busco constantes explicações do teu abandono em mim presente).


momento poeta

3 argumentaram:

emitherhofer disse...

Uau! Muito lindo, parabéns Bia!
Bom restinho de semana! Beijos.

Ferd. disse...

Liindo mesmo. Haa isso me dixa muito sentimental.. ahush'

Desi disse...

aaahh, muito legal!
Faz um tempo que eu espio, resolvi comentar :)

até mais!