BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

domingo, 2 de agosto de 2009

Razões

Não procure razões para me viver, para me tornar completa, para ser a paixão que eu esperava. Deixa eu te bastar, deixa eu ser somente tua, deixa eu te olhar e te sentir. Não me queira por frações, nem por segundos. Me queira por horas e horas e horas, intensas tanto quanto todo esse sentimento que eu tenho pra te fazer perceptível. Encontro-me em momentos incomensuráveis de solidão e perigo, e te confesso um terrível pudor de amar. Porquanto, deixa eu somente me apaixonar, submeter-me a ser a mais idiota das criaturas. Não estrague este momento, não deixa que eu perca essa sitonia que brota dentro de mim toda vez que te vejo de perto, que sinto teu perfume, que ouço tua voz. Tu não és um ser humano para eu consumir em sonhos, tu não és uma paixão para que não passe das palavras. Quero-te como minha mais sublime inspiração. É mesmo exagero, tenho plena consciência, porém em ti quero por em prática todas as minhas idealizações, só por um momento. Então fica, bem aqui, e deixa. Deixa eu fazer parte da tua vida, e só. E não procure razões para eu te ser infinita, pois logo irei sumir, para nunca mais te ter, nem sequer em pensamento.

4 argumentaram:

Rosi Rabelo disse...

Que perfeito.
Nossa, fantástica a sua escrita.
Parabéns, *-*

Atanervo disse...

Adorei e me identifiiquei!

jean disse...

Muito massa..gostei mesmo....
beijo bia querida.

Bia disse...

obrigada gente :D
voltem sempre!